domingo, setembro 30, 2007

A FELICIDADE A VISITE E SEJA VISITA QUE NAO ABONDANA SUA CASA**********PARABENS ELSINHA**********


MINHA DOCE AMIGUINHA********,

QUE A FELICIDADE SEJA DAQUELAS VISITAS QUE FICAM COLADAS AO NOSSO "SOFA'"!!!!!!!!_NO CASO, FIQUE ELA COLADA AO SEU CORACAO E, SENTADINHA NA SUA ALMA**********!

AMIGUINHA*******,

porque nao estou em condicoes de escrever fui recuperar alguns de meus poemas e, tambem, DAQUELA POETA MAIOR************************* QUE SE INSTALOU TAMBEM (ha' muito!... "antes do Tempo Tempo ser....")NO "SOFA" DA MINHA ALMA:*FLORBELA!**********

Porque me faltam as forcas e, sobretudo, o TALENTO, deixo-LHE palavras minhas ja' velhas mas, sempre RENOVADAS NO CARINHO E NA AMIZADE QUE LHE DEDICO COM TODO O AFECTO DE MEU CORACAO!

_PARABENS AMIGUINHA!!!!!!!!!!

***********************************************

_PARA SI************:


***FLORBELA***
******************
******************


***Alma perdida***
********************


Toda esta noite o rouxinol chorou,
Gemeu, rezou, gritou perdidamente!
Alma de rouxinol, alma da gente,
Tu és, talvez, alguém que se finou!

Tu és, talvez, um sonho que passou,
Que se fundiu na Dor, suavemente...
Talvez sejas a alma, a alma doente
Dalguém que quis amar e nunca amou!

Toda a noite choraste... e eu chorei
Talvez porque, ao ouvir-te, adivinhei
Que ninguém é mais triste do que nós!

Contaste tanta coisa à noite calma,
Que eu pensei que tu eras a minh'alma
Que chorasse perdida em tua voz!...

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

***Vaidade ***
******************

Sonho que sou a poetisa eleita,
Aquela que diz tudo e tudo sabe,
Que tem a inspiração pura e perfeita,
Que reúne num verso a imensidade!

Sonho que um verso meu tem claridade
Para encher todo o mundo! E que deleita
Mesmo aqueles que morrem de saudade!
Mesmo os de alma profunda e insatisfeita!

Sonho que sou Alguém cá neste mundo...
Aquela de saber vasto e profundo,
Aos pés de quem a Terra anda curvada!

E quando mais no céu eu vou sonhando,
E quando mais no alto ando voando,
Acordo do meu sonho... E não sou nada!...


(Pois e'... AMIGA DO ALEM*!!!)
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

***Ao vento***
******************


O vento passa a rir, torna a passar,
Em gargalhadas ásperas de demente;
E esta minh'alma trágica e doente
Não sabe se há-de rir, se há-de chorar!

Vento de voz tristonha, voz plangente,
Vento que ris de mim, sempre a troçar,
Vento que ris do mundo e do amar,
A tua voz tortura toda a gente!...

Vale-te mais chorar, meu pobre amigo!
Desabafa essa dor a sós comigo,
E não rias assim!... Ó vento, chora!

Que eu bem conheço, amigo, esse fadário
Do nosso peito ser como um Calvário,
E a gente andar a rir pla vida fora!!...


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
_"Vale-te mais chorar meu pobre amigo!"

"Do que andarmos rindo p'la vida fora"!...


assim, como o "PALHACO QUE RI"!...

Quando, o PALHACO, na verdade "CHORA"!!!
******************************************

FLORBELA*, nao se esgota aqui!_ALIAS, ELA, JAMAIS SE ESGOTA!
***************************************

E...


[alguns dos meus poemas]

------------------------------------

**SEI LA' QUE CAMINHOS TRACEI**
-----------------------------------------

Sei la'!...
Que caminhos tracei
Por onde andei
que solos pisei!...

Sei la'!...
Qual a forca que me atrai
que Magnetico Norte me orienta
Que tortuosas veredas
Me desorientam!(?)...

Sei la'...
Em que Ceu
Se encontra a Estrela Polar
_Estrela do Norte_
Ou a Estrela da Tarde,
Que fulgura e cintila
Ao esmaecer do SOL
Ao "Resplandecer" da LUA!(??)...

_SEI LA'_!...

Eu Sei La',
Em que leitos adormeci
Macios
_ou vazios_
Em que Linhos Alvos
Ou "Estamenhas"
(De "Antanho")...
_SEI LA'!?...

Sei La'...
Em que Vales me perdi
Em que Sombras me escondi
Em que Muros me encostei
Em que Castelos me isolei
Em que Torres me fechei!...
_SEI LA'!???...

...Sei La',
Que Caminhos Tracei
Por onde andei
que Solos pisei...
Sei La'!??
_SEI LA'!???...

_NEM SEI, SE ME INTERESSA SABER_!
...SEI LA'!???????????????????????????

......................................................Heloisa B.P.
Londres, em 20/07/04
......................................



**NUM RIO DE NEVOA**
------------------------------

"Num Rio de Nevoa"
Eu sentei
(nao pensei)
E, CHOREI!

Atraves de "Um Rio de Nevoa"
Eu enxerguei
O que foram
(sem o serem)
Os meus dias a correr
O meu sangue a ferver
A Vida a "IR"
e, eu, sem "A" ver!...

"Num Rio de Nevoa"
Eu me banhei
Ao anoitecer
Eu me sequei
Ao amanhecer
Eu me perfumei
Com as Estrelas a Ver!...
E, eu, adormeci
Antes do Alvorecer
Antes da LUA
Se recolher!!...

Atraves de "Um Rio de Nevoa"
Me perdi
Rumo ao Infinito...
Buscando o "Santo Graal"!
_Ah!ah!ah!_...
Como nos profanamos
Como nos enganamos
Como nos desnudamos
_IMPUDICAMENTE_,
Convencidas que, a
Neblina
Nos cobre a Nudez
(quica', a do corpo...)
E... os Soltos Cabelos...
O cobrirao, talvez!?...
Mas, a ALMA!?
ESSA,
Mostra-se de vez!
_Exibe-se, na totalidade
Na sua ingenua Credulidade!
_CRENDO,
Que, basta
A Verdade
Para a VERDADE SER,
E, o "MILAGRE ACONTECER"_!!!.....


..........


Estranha Imbecilidade
do Coracao ultrajado
Do sangue "minado"
Por "Virus" purulento
_Infectante_
E... nem
"Num Rio de Neblina"
Nem de Agua Pura e Cristalina
*Ele* volta a ser lavado,
Ele*, ficara' "Curado"
E, de "estranho Mal"
_Desinfectado_!...

E, foi atraves de
"Um Rio de Neblina"
que, no Barco Ancorado
No sope' da Colina
_Colina do SOL_
(apagado)
Que, eu vi,
Meu corpo
Na "Mortalha" enrolado,
Ser levado
Pelas Aguas Gelidas
_Rio Abaixo_,
Ate' ao "Estuario do Purgatorio"
Ficando, as "Portas do Ceu"
Sem PERMISSAO pra ENTRAR!...
..........


E...
Foi, "Num Rio de Neblina"
Que fechei os olhos
Para nao ver
"AS AGUAS DE PEDRA"
_CORRER_,
Que solucei em surdina
Temendo acordar os "duendes"
Que habitam na NEBLINA!...
E, Vi,
"AS AGUAS DE PEDRA"
Levar
(sem LAVAR)
O Meu Corpo sem ALMA
Para o outro lado da Margem
Onde Mora a
INCAPACIDADE DE AMAR!...
........................................................

E...
"NUM RIO DE NEBLINA"
Deixei vogar meus SONHOS
para nao os voltar a SONHAR*!...
...........................................................

_Entao, na NASCENTE,
desse Estranho e SOTURNO
"RIO",
DE NEBLINA, feito,
Eu me sentei
MAS NAO CHOREI
(Congeladas estao as Lagrimas)
Apenas, OLHEI
E, VI,
A minha Inteira Vida
NAS SUAS AGUAS PASSAR!!!..........
.....................................................
.......................................
Heloisa B.P.
Londres,22/08/04
-------------------------------------------
----------------------------------Nota:_Inspirado em titulo de Livro de
PauloCoelho:-"Na Margem do
RIO PIEDRA
Eu Sentei e Chorei"
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

"INSANA FUGA DE MIM MESMA"! (a)
--------------------------------------

Fugindo de mim!
Procurando por mim!
Nao achando vestigios de que existi!...

Fugindo de mim!...
Fugindo de ti!(?)...
Abrindo caminho
Para o caminho
Nao encontrado
Porque, inexistente!

"Insana fuga de mim mesma".
Fugindo de mim
Procurando por TI
Nao achando vestigios
Que tenhas existido!!...

"Insana fuga de mim mesma"
Hoje,
No Dia,
Em que UM DIA
_Para Alem do Tempo_,
Nasci!...

"Insana fuga de mim mesma"...
_HOJE_,
Que, Hoje, e' o Dia
que "Ontem"
Me viu Nascer!!

_Hoje e' o dia,
Que, num longinquo passado,
Na Planicie Bela
E "esbraseante"
Ao Levantar da LUA
Se "levantou"
E, ecoou,
Um Choro!
_CHORO QUE_,
Se ouviu
E, repercutiu
Nas PEDRAS FEITAS DE TEMPO
(sem o Tempo Contar!)
E, fez as Estrelas
(ainda Adormecidas)
Despertar,
Suspirar...
E, por *ELAS*,
Um "Arrepio Trespassar"...
Porque,
A Planicie foi despertada
Por um leve, mas audivel,
CHORO
"Predestinando", OUTROS,
Num Futuro, ja' previsivel!...


...


E...
A LUA
Derramou uma Lagrima!
E...
As Estrelas se atrasaram
Com "preguica" de ACORDAR
_Nao queriam constactar
que, um Novo Chorar,
A Planicie Bela e "Esbrasida"
Acabava de chegar_!...


...


E...
Se tornava Presente!
_ACABAVA DE NASCER_!
Proximo do Fim do Dia
Na HORA
Em que,
A LUA SE LEVANTAVA,
UM "NOVO SER" RESPIRAVA
_CHORAVA_
A ESPERA DA VIDA
AO ENCONTRO DO *TEMPO*
_NESTE TEMPO_
"FORA DE EPOCA"!!!...


_Hoje, e' o dia que me viu nascer!
E... "Insana"
E', esta forma de Viver,
Sentindo,
desejando
"ESTA INSANA FUGA DE MIM MESMA"!...
...

E...
Tanto mais "Insana"
e' a Fuga de mim,
porque, nao sei
Quando e qual
foi o DIA
Predestinado
A TE Conhecer!...
E...qual foi
a "Fada MA'"
_O mau augurio_
Que "sentenciou"
Que,
HOJE,
Nao e'
*O DIA*
Para de novo,
TE TER!??...

E...
Nesta "Insana fuga de mim mesma"
(Insana Interrogacao)
_Ou Profana_?
que me forca a questionar:
_SERA' QUE ALGUM DIA,
FOI, O *DIA BOM* PARA TE AMAR???...

_Sera', que "Algum Dia"
Foi o DIA
De em Verdade
Eu TE Ter,
De teu Amor
Em realidade
Me pertencer!??...
......


OU...
Foi apenas,
E,tao so',
Um Sonho
Que me "Acordou"
Antes, mesmo,
De ser SONHADO
Porque, em PESADELO
*ELE*, foi transformado!??...
....

AH! "Insana fuga de mim mesma"
_Fugindo de MIm
Procurando por MIM...
E... nao achando vestigios de que EXISTI!!!

_Fugindo de mim.
_Fugindo de TI!
Abrindo Caminho
Por entre a Selva
Do DESEJO
E, do DESESPERO...
Da estranha sensacao
de que TE QUERO
De que ME QUERES
Mas... JAMAIS
TE VOLTAREI A TER!!!...
.....

E...
Nesta "Insana (estranha e teimosa) fuga de mim mesma"
Nesta Interrogacao, mais "Insana"
Ou PROFANA
Que me forca a QUESTIONAR:
_Sera' que EXISTIU
(existira'...)
*O DIA BOM PARA TE AMAR*!???...
......

E... de Insanidade em Insanidade,
Uma RESPOSTA
Espero "Escutar"
E, SEMPRE,
*ELA*
Fica por dar
E.. o "MISTERIO"
Ficara' por "Desvendar"!...
.....


E...
Fugindo de MIM...
FUGINDO DE TI!...
Desbravando SELVAS
A procura da CLAREIRA
Onde TE possa Encontrar
e, em TEUS BRACOS
Me DEITAR,
E, a LUZ DA LUA
ADORMECER
(preferivelmente)
NAO MAIS ACORDAR!!!...
....


_HOJE_!
_Hoje, e' o dia que me viu nascer
Na HORa
Em que
A LUA
No Ceu se comecara a erguer!
_Na HORA DOS DUENDES_
E...
Das FADAS
(as Boas e as Mas)
Se Levantarem!
_Foi nessa HORA
que a PLANICIE
As ESTRELAS
Ouviram meu primeiro "Som":
_Meu choro_
MEU PRIMEIRO GRITO ECOAR...
Entoando (ja') TEU NOME
que os "FADOS"
Destinaram a me Ofertar!...
E...me "fadaram"
A "eternamente"
TE PROCURAR
Por entre os AREAIS
AS PEDRAS
AS ARVORES
AS AGUAS DOS RIOS
_DOS MARES_...
E... TEU NOME
Continuamente,Pronunciar
(ou... balbuciar...)
Num MURMURIO
NUM APELO DE SEDE
_SEDE DO DESERTO_
Deserto em que se metamorfoseou minha ALMA
E ARIDO o meu CORACAO!...
Porque,
O ECO
_Longinquo_
devolve-me meu proprio GRITO
MAS...
O TEU, eu nao ESCUTO
_Por Mim, Clamando_!....
...SO' NO SONHO,
*ELE*, E' AUDIVEL!
_NO SONHO "METAMORFOSEADO" DE PESADELO_!!!

E...
NESTE DIA
NAQUELA HORA
Que me viu NASCER...
Pudera, OH! "FADOS"!
OH! DUENDES!...
_PUDERA SER O DIA E A HORA DE EU FENECER_!!!

NESTA,
"INSANA FUGA DE MIM MESMA"...
NESTA
"INSANA PROCURA DE UM FANTASMA"!!!...
.................................................................
Heloisa B.P.
Londres, 09/09/04
--------------------------------------------------------
NOTA: a) Inspirado em poetica frase de ZE':_*LETRAS AO ACASO*
_Deixando aqui expresso o quanto o ADMIRO!
-----------------------------------------------OBRIGADA ZE'!

****************************************************************PARA SI*, *ELSINHA******* (isto mais aquilo...)! Constam no "Divagando" como se apercebera'!

E.... FLORBELA ESPANCA****************!

SEI QUE GOSTA!!!!!!!!

************************************Heloisa.

PS: VEJA AQUI *OUTROS POETAS E... DECLAMADORES*********** E...ETC....

SORRINDO!!!!!!!!!!

*****************************

4 comentários:

Isabel-F. disse...

oi Heloisa...

passei para saber de ti e deixar um beijinho

Heloisa B.P disse...

OLA' QUERIDA ISABEL!!!!!
GRATA POR SUA VISITA!!!

Em breve a visitarei!
Continuo mais ou menos na mesma, relativamente ao estado de saude, mas... comeco a conseguir ir "lentamente" visitando cada UM de MEUS AMIGOS que nao me esqueram, ainda!
BEIJINHOS!
OBRIGADA!
Heloisa
**********

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Vim retribuir a amavel e simpatica visita que fez a meu Cores & Palavras, obrigado pelas suas mensagens e sobretudo por ter gostado de um dos meus lugares, onde guardo os poemas, textos e pinturas dos meus poetas, pintores e amigos. Ainda que silenciosamente espero que venha mais vezes. Hoje nao me demoro no seu lindo blog porque estou com gripe e falta-me a concentracao para apreciar devidamente os varios textos aqui publicado. Um grande abraco,
Namibiano Ferreira

De qualquer modo gostei e estou-me lembrando dessas palavras feitas versos:
"Sei la'!...
Que caminhos tracei
Por onde andei
que solos pisei!..."

Heloisa B.P disse...

Muito OBRIGADA caro NAMIBIANO*, foi um PRAZER IMENSO LER SUA POESIA***** que, ja' conhecia do MULTIPLY_A POESIA_ mas nao TODOS OS POEMAS!!!!!
_E ADOREI TAMBEM A ARTE LA' EXPOSTA_PINTURA AFRICANA_ QUE GOSTO MUITISSIMO E... ETC...
_TENHO LA' IDO (aos TRES!) mas nem sempre consigo deixar marca da minha passagem!

_GRATISSIMA POR SUA VISITA A ESTA HUMILDE CASA!

Um Abraco.

Heloisa
************